domingo, 13 de maio de 2012

NADA É NOSSO



O fundador do Kabbalah Centre, Rav Ashlag, explica em sua introdução às Dez Emanações Luminosas: “Nada nesse mundo é realmente nosso. Mesmo que trabalhemos por alguma coisa, na verdade, o que recebemos como resultado não constitui uma posse... Deveríamos ver tudo neste mundo como se tivesse vindo do céu”. Trata-se de um conceito poderoso, concorda? Nada do que recebemos neste mundo, nada com que nascemos, aliás, nos pertence. Somos meros recebedores de tudo com o que somos abençoados, e é nossa tarefa mudar, passando de copo a canudo – compartilhando todas essas bênçãos – nosso dinheiro, tempo, amor, amizade, talento – da melhor forma possível. Quando começamos a acreditar que somos a fonte das bênçãos que existem em nossas vidas e que merecemos ou criamos tudo o que temos sozinhos, na essência, estamos dizendo que não precisamos do Criador. E com essa consciência, nos desconectamos da Luz. A Luz só entra onde existe um verdadeiro desejo por ela. Como alunos de Kabbalah, logo aprendemos em nossos estudos que a forma de receber mais Luz é compartilhar a Luz que temos. Viver essa sabedoria de verdade significa que começamos a nos encarar como administradores das nossas bênçãos em vez de proprietários. Então, podemos nos tornar um canal para a Luz do Criador! Trata-se de uma transformação bastante dramática em nossa consciência e não é fácil realizá-la; mas os resultados do esforço valem a pena. Nunca somos os proprietários, mas simplesmente os administradores. Tudo de bom, Yehuda Postado em Ordem Universaldos Seres EStelares